Now loading... / Carregando...

menu

802-701-9763

[email protected]

Blog Article

Sete dicas para escolher o curso certo

posted in Manchete, Migrar by

Já percebeu que atualmente temos várias opções de cursos de tradução? Já ficou na dúvida sobre qual curso fazer? Será que é bom? Será que é confiável? Não tenho condições de me inscrever em todos, como faço pra decidir? Se algum desses pensamentos já passou pela sua cabeça, vem comigo!

A cada ano que passa, a nossa profissão tem aparecido mais e mais, e o fato de poder exercê-la remotamente faz com que muitas pessoas que já têm conhecimento de uma língua estrangeira sintam interesse em trabalhar com tradução. E, assim como aumentou o número de pessoas interessadas pela nossa profissão, também aumentou o número de cursos oferecidos. 

Antigamente, mas nem tão antigamente assim, não existiam tantos cursos de tradução como hoje em dia. Nossos colegas mais experientes realmente precisaram aprender a traduzir na prática, sem técnica, sem ferramentas de auxílio, sem internet pra facilitar e agilizar a busca por um termo específico. No entanto, com o avanço da tecnologia tudo isso ficou muito mais fácil, e cursos foram surgindo para nos ajudar a encurtar ainda mais esse tempo de aprendizado.

Para você ter uma ideia, eu comecei a procurar por cursos de tradução em 2011/12 e só consegui encontrar 2 opções: uma online e uma presencial. Ambos pareciam bons e eu precisei escolher um dos dois para me inscrever. Foi então que comecei a fazer comparações entre eles e analisei alguns detalhes para tomar uma decisão acertada e não me arrepender depois. Veja abaixo alguns parâmetros que eu uso e que você também pode usar para decidir em qual curso vai se matricular:

Conteúdo

Sempre analise a grade curricular e o conteúdo que será passado nas aulas; assim, você já terá uma noção do que será ensinado, se você conseguirá acompanhar o conteúdo das aulas e se está dentro da sua expectativa de novo aprendizado.

Professores

Verifique quem são os professores e se eles estão inseridos no mercado de trabalho. Isso pode parecer bobeira, mas teoria e prática devem caminhar juntas. Quem nunca se deparou com uma teoria linda e maravilhosa, e quando foi para a prática, percebeu que era tudo diferente? Sem falar que um professor que está inserido no mercado de trabalho também vai poder orientar os alunos não apenas com relação às técnicas, mas também aos preços praticados, comportamentos que devem ser adotados ou evitados e mostrar as mudanças que acontecem e as habilidades que precisamos ter para lidar com elas.

Modalidade de ensino

Atualmente não temos muita opção de escolha, devido à pandemia, mas é sempre válido analisar se os cursos do seu interesse são presenciais ou online. Se só tiver a opção online, verifique se as aulas são gravadas ou ao vivo, com ou sem direito à gravação para assistir depois. Esse tipo de informação também é extremamente importante, já que tem muita gente que ainda sente dificuldade em participar de cursos online.

Teoria X Prática

Analise se o curso em questão vai te ensinar teoria e prática, ou apenas um ou outro. Estou dando essa dica porque esse ponto já foi essencial em uma das minhas escolhas por cursos. Adoro prática, mas um curso sem teoria e só com prática não faz o meu estilo. Esteja atento ao formato do curso e ao modelo das aulas para saber se vai aprender o que deseja (lembra da primeira dica).

Correção de exercícios

Se o curso do seu interesse tem proposta de exercícios práticos, verifique se haverá correção desses exercícios e se essas correções serão em grupo ou se serão individuais. É claro que dependendo do tipo de exercício é totalmente possível fazer uma correção em grupo, mas quando falamos de tradução precisamos lembrar que não existe um gabarito oficial. Pessoas diferentes podem ter soluções diferentes para um mesmo texto a ser traduzido. Outro detalhe é que quando há correção individual, conseguimos ver exatamente onde estamos errando ou acertando para poder aprimorar nosso trabalho.

Opinião dos ex-alunos

Veja se conhece alguém que já fez o curso desejado e peça a opinião sincera da pessoa. Não se guie só pelas informações do site do curso e pelos depoimentos que estão ali escritos. Faça uma pesquisa para saber se o curso realmente está sendo bem avaliado pelos alunos.

Custo x benefício

É óbvio que esse ponto também é extremamente importante! Analise tudo o que o curso promete entregar, e também o preço, para saber se valerá a pena para você, ou não. Mas atenção! Para fazer isso, você precisa ter clareza do que está buscando, do que quer aprender, e precisa entender que o fato de, de repente, você não ter condições financeiras de pagar por um determinado curso, não significa que ele seja caro diante de tudo que oferece. Nesse momento é importante deixar toda emoção de lado e fazer uma análise fria e imparcial.

Esses são alguns pontos que eu costumo analisar sempre que quero fazer algum curso. Assim, é possível ter uma noção sobre a qualidade do curso: saber se é bom, confiável e se atenderá às expectativas. Até porque, às vezes o curso é bom, mas por não ser focado em uma área específica em que a pessoa tenha interesse, acaba sendo considerado ruim. E aí eu deixo a reflexão: em um caso desses, o curso é mesmo ruim, ou foi a pessoa que não pesquisou todos os detalhes antes de se inscrever?

 

Sobre a autora

 

Laila Compan é tradutora audiovisual, especialista em legendagem, graduada em pedagogia pela UFRJ e pós-graduada em tradução de espanhol pela Universidade Estácio de Sá. É palestrante, coach, professora de legendagem, ex-mentora do Programa de Mentoria oferecido pela Abrates e criadora do Tradutor Iniciante®.

 

 

 

Contribua com o blog! Envie sua proposta para [email protected]

13 set, 21